Astronomia Amadora

Página Inicial
Introdução
História
Notícias
Big Bang
Via Lactea
Cosmologia
Galáxia
Buraco Negro
Sistema Solar
Estrela
Constelações
Classificação estelar
Catálogo Messier
Astrônomos
Estrelas + brilhantes
Imagens
Instrumentos
Curiosidades
Programas
Glossário
Links
Livro de Visitas
E-mail

Cometa Tuttle-Giacobini-Kresák

 

41P/Tuttle-Giacobini-Kresák
Descoberta 3 de Maio de 1858
Descobridores Horace Parnell Tuttle
Michel Giacobini
Lubor Kresák
Designações alternativas 1858 III, 1907 III;
1951 IV 1962 V;
VI 1973, 1978 XXV;
1990 II
Parâmetros orbitais
Semi-eixo maior 3,085 UA
Periélio 1,048 UA
Afélio 5,122 UA
Período orbital 5.419 anos
Inclinação orbital 9,2294 °
Excentricidade 0,6604
Último periélio 12 de novembro de 2011
Dados físicos
Dimensões 1,4 km (diâmetro)

Cometa Tuttle-Giacobini-Kresák, formalmente designado como 41P/Tuttle-Giacobini-Kresák, é um cometa periódico do Sistema Solar .

Descoberto por Horace Parnell Tuttle em 31 de maio de 1858 e redescoberto independentemente por Michel Giacobini e Kresák Lubor respectivamente em 1907 e 1951, o cometa pertence à família de Júpiter, que reúne aqueles cometas que têm afélio comparável ao de Júpiter (~ 5.4 UA).

O cometa é exemplo de um pequeno número de cometas que exibiram explosões que resultaram num aumento no brilho de 9 magnitudes. Os outros foram: o 98P/Takamizawa em 1984 , o 97P/Metcalf-Brewington em 1991 e 17P/Holmes em 2007.

História

O Cometa 41P/Tuttle-Giacobini-Kresák tornou-se famoso pelo comportamento incomum que ocorreu na aparição de 1973.

Para entender o comportamento singular que ocorreu naquele ano, basta lembrar que o valor de magnitude está relacionada à da luz: quanto menor o seu valor, mais o corpo é brilhante.

Em 08 de janeiro de 1973 o cometa teve uma magnitude de 21. Aos poucos começou a brilhar cada vez mais alcançando em 20 de maio magnitude 14.

A surpresa foi entre 26 e 27 de maio quando o cometa se tornou muito brilhante, com uma magnitude que, de repente passou de 8 para 4, também a desenvolver uma cauda longa 0.1 ° -0.2 °: em uma semana, o cometa 41P/Tuttle-Giacobini-Kresák tinha ganho até 10 magnitudes, o que representa um aumento real da luminosidade de 10.000 vezes.

Em Junho seu brilho foi diminuindo e a magnitude voltou ao mesmo valor de 14.

Mas em julho o cometa deu outra surpresa impressionante: no dia 4 a magnitude foi entre 14 e 15, mas alguns dias depois, no dia sete , foi para 4.5. Mais uma vez, dentro de poucos dias, o cometa tinha sido capaz de aumentar o brilho em 10 magnitudes.

O cometa, em seguida, voltou ao normal em seus valores e sua última observação foi em 23 de setembro com magnitude 17.

Última aparição

Quanto ao seu último periélio , em novembro de 2011, não houve mudanças espetaculares no brilho observadas em 1973 , como de fato elas não foram expressas em outras aparições subsequentes.


Política de privacidade  |  Mapa do Site