Astronomia Amadora

Página Inicial
Introdução
História
Notícias
Big Bang
Via Lactea
Cosmologia
Galáxia
Buraco Negro
Sistema Solar
Estrela
Constelações
Classificação estelar
Catálogo Messier
Astrônomos
Estrelas + brilhantes
Imagens
Instrumentos
Curiosidades
Programas
Glossário
Links
Livro de Visitas
E-mail

Estrela Betelgeuse

 

Betelgeuse
Imagem UV de Betelgeuse pelo Hubble
Imagem UV de Betelgeuse pelo Hubble
Dados observacionais (J200)
ConstelaçãoOrion
Asc. reta05h 55m 10.29s
Declinação+07° 24′ 25.3″
Magnitude aparente+0.45 (+0.3 a +0.6 (+1.3))
Caracteristicas
Tipo espectralM1-2 Ia-Iab
Cor (A-V)+1.850
Cor (V-I)2.32
VariabilidadeSR c (semi-regular)
Astrometria
Velocidade radial+21.0
Mov. próprio (AR)27.33
Mov. próprio (DEC)10.86
Paralaxe7.63 ± 1.64
Distância427 ± 92 anos-luz
131 pc
Magnitude absoluta-5.3 a -5.0
Detalhes
Massa14 M
Raio650 R
Luminosidade40,000–100,000 L
Temperatura3.600 K
Idade6 × 106 anos
Outras denominações
Alpha Orionis, 58 Ori, HR 2061, BD+7°1055, HD 39801, SAO 113271, FK5 224, HIP 27989

Alpha Orionis (α Orionis) conhecida como Betelgeuse é uma estrela de brilho variável sendo a 10ª ou 12ª estrela mais brilhante no firmamento. É também a segunda estrela mais brilhante na constelação de Orion. Apesar de ter a designação α ("alpha") na Classificação de Bayer, ela não é mais brilhante que Rigel (β Orionis).

Betelgeuse é na verdade mais brilhante do que Rigel no comprimento de onda infravermelho, mas não nos comprimentos de onda visíveis.

Características

Betelgeuse é uma estrela gigante vermelha, e uma das maiores estrelas conhecidas, sendo de grande interesse para a astronomia. O diâmetro angular de Betelgeuse foi medido pela primeira vez em 1920-1921 por Michelson e Pease, sendo uma das cinco primeiras a serem medidas usando um interferômetro no telescópio de 100 polegadas do Monte Wilson. Seu diâmetro varia entre 500 e 900 vezes o do Sol. No diâmetro máximo, a estrela seria maior que a órbita de Saturno se colocada no lugar do Sol. Apesar de ser apenas 14 vezes mais massiva que o Sol, é cerca de algumas dezenas de milhões de vezes maior em volume, como uma bola de futebol comparada a um grande estádio de futebol. Sua proximidade de Terra e seu enorme tamanho, faz dela a estrela com o terceiro maior diâmetro angular vista da Terra, menor apenas que o Sol e R Doradus. É uma das 12 estrelas que os telescópios atuais podem visualizar o seu disco real.

Supernova

Os astrônomos prevêem que Betelgeuse pode passar por uma explosão supernova tipo II. No entanto, as opiniões estão divididas quanto ao momento em que isto deve ocorrer. Alguns sugerem que a variabilidade atual como um sinal de que já está na fase de queima de carbono de seu ciclo de vida, e deve sofrer uma explosão supernova aproximadamente nos próximos mil anos. Céticos discordam desse ponto de vista e afirmam que a estrela deve sobreviver muito mais tempo.

Há consenso de que tal supernova seria um evento astronômico espetacular, mas não significaria ameaça para a vida na Terra, dada a enorme distância da estrela. Mas a estrela vai se tornar pelo menos 10000 vezes mais brilhante, o que significa um brilho equivalente ao de uma Lua crescente. Entretanto alguns crêem que ela pode chegar ao brilho de uma Lua cheia (mv = -12.5). Esse fenômeno deve durar por alguns meses, parecendo uma pequena Lua cheia com a cor de uma lâmpada incandescente à noite e facilmente visível durante o dia. Após esse período a estrela vai apagando gradualmente até que após alguns meses ou anos desapareça completamente e Orion perca o ombro esquerdo.

Etimologia de "Betelgeuse"

O nome é uma contração do árabe يد الجوزا yad al-jawzā, ou "a mão do (guerreiro, homem) do centro". Jauza, o do centro, inicialmente se referia a Gemini entre os Árabes, mas em algum ponto eles decidiram se referir à Orion por este nome. Durante a Idade Média o primeiro caracter do nome , y (, com dois ponto sob ele), foi erroneamente traduzido para o Latim como um b (, com um ponto apenas), e Yad al-Jauza tornou-se Bedalgeuze. Então, durante o Renascimento, alguém tentou derivar o nome árabe deste nome corrompido, e decidiu que ele foi escrito originalmente como Bait al-Jauza. Esta pessoa imaginativa então declarou que Bait seria "braço" em Árabe, para surpresa dos árabes em todo o mundo. O lingüista sem nome da Renascença então "corrigiu" a grafia para Betelgeuse, e o termo moderno nasceu. Para que Betelgeuse tivesse o sentido do "braço do centro", o original deveria ser ابط Ibţ (al-Jauza).

Outros nomes :

  • Al Dhira (obraço),

  • Al Mankib (o Ombro)

  • Al Yad al Yamma (a Mão direita)

  • Ardra (Hindi),

  • Bahu (sânscrito),

  • Bed Elgueze

  • Beit Algueze

  • Besn (Persa) (o braço),

  • Beteigeuze

  • Beteiguex

  • Betelgeuze(Bet El-geuze),

  • Betelgeza (Esloveno),

  • Betelguex

  • Ied Algeuze (A mão de Orion),

  • Yedelgeuse

Referências na ficção

Na ficção científica, Ford Prefect, um personagem do Hitchhiker's Guide to the Galaxy, vem de um mundo "na vizinhança de Betelgeuse".

Betelgeuse é também o nome do personagem principal do filme comédia/fantasia de 1988, Beetlejuice.


Política de privacidade  |  Mapa do Site