Astronomia Amadora

Página Inicial
Introdução
História
Notícias
Big Bang
Via Lactea
Cosmologia
Galáxia
Buraco Negro
Sistema Solar
Estrela
Constelações
Classificação estelar
Catálogo Messier
Astrônomos
Estrelas + brilhantes
Imagens
Instrumentos
Curiosidades
Programas
Glossário
Links
Livro de Visitas
E-mail

Vocabulário Astronômico - Letra "K"

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

- Karl Schwarzschild

1873-1916. Físico alemão que realizou importantes trabalhos sobre relatividade geral. Aos 16 anos de idade publicou o seu primeiro trabalho científico sobre teoria de órbitas. Em 1906 publicou importantes trabalhos sobre o transporte de energia através de uma estrela por intermédio de radiação. Foi voluntário para o serviço militar na frente russa, em 1914. Lá ele escreveu dois importantes trabalhos obtendo as primeiras soluções exatas das equações da gravitação de Einstein hoje conhecidas como soluções de Schwarzschild. É uma destas soluções que dá origem ao conceito de buraco negro.

- Kirkwood gaps

Os "Kirkwood gaps" são regiões relativamente vazias ("gaps") que existem no cinturão de asteroides. Estas regiões vazias são distâncias radiais orbitais onde a força gravitacional de Júpiter não deixa os asteroides terem órbitas estáveis. Um objeto em uma destas órbitas especiais muito provavelmente seria acelerado por Júpiter para uma órbita diferente, sendo, em geral, puxados na direção do grande planeta.
Nas regiões classificadas como "Kirkwood gaps", o período orbital de um asteroide seria uma fração simples do período orbital de Júpiter. Um exemplo de tal região seria uma órbita na qual um asteroide realizasse exatamente 3 voltas em torno do Sol para cada órbita joviana. Este satélite experimentaria grandes forças gravitacionais em cada órbita, e logo seria puxado para fora da órbita.
Existem várias regiões deste tipo. Uma destas regiões vazias está a uma distância heliocêntrica de 2,50 U. A., o que corresponde a 1/3 do período de Júpiter. A uma distância heliocêntrica de 2,83 U.A., que corresponde a 2/5 do período orbital de Júpiter há um outro "gap". Também encontramos um "gap" a 3,0 U.A., correspondendo a 3/7 do período de Júpiter, e mais uma parte vazia em 3,28 U.A., o que corresponde a metade do período deste planeta.
Os "Kirkwood gaps" tem este nome em homenagem ao matemático norte-americano Daniel Kirkwood (1814-1895) que os descobriu em 1866.

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Política de privacidade  |  Mapa do Site