Astronomia Amadora

Página Inicial
Introdução
História
Notícias
Big Bang
Via Lactea
Cosmologia
Galáxia
Buraco Negro
Sistema Solar
Estrela
Constelações
Classificação estelar
Catálogo Messier
Astrônomos
Estrelas + brilhantes
Imagens
Instrumentos
Curiosidades
Programas
Glossário
Links
Livro de Visitas
E-mail

Lua Deimos

 
Uma imagem de Deimos obtida pelo orbitador Viking 1.
Descobrimento
Descoberto porAsaph Hall
Descoberto em1877
Características orbitais
Raio médio23,459 km
Excentricidade0.00033
Período de revolução1d 6h 17.9m
Inclinação1.79°
É um satélite natural deMarte
Características físicas
Diâmetro equatorial15(×12.2×11) km
Área superficialkm²
Massa1.8×1015 kg
Densidade média1.7 g/cm³
Aceleração gravítica
à superfície
0.00297 m/s²
Gravidade superficial
(Terra = 1):
3.031x10−4
Período de rotação1d 6h 17.9m
Inclinação axial°
Albedo0.07
Temperatura
à superfície
mínmédmáx
KKK
Atmosfera
Pressão atmosférica0 kPa

Deimos (em grego: terror), é a menor e mais afastada das duas luas do Planeta Marte. É, também, a menor lua reconhecida em todo o Sistema Solar.

A lua foi descoberta, junto com Fobos, o outro satélite de Marte, no mês de agosto de 1877 por Asaph Hall e fotografado pela Viking 1 em 1977. Deimos tem um formato bastante irregular e acredita-se que se trate de um asteroide que foi perturbado de sua órbita pelo Planeta Júpiter e que acabou sendo capturado pela gravidade do Planeta Vermelho, passando a ser seu satélite.

Características principais

Por ser pequeno, Deimos não apresenta uma forma esférica, possuindo dimensões muito irregulares. É composto por rochas ricas em carbono, tal como muitos asteroides, e gelo. A sua superfície apresenta um número razoável de crateras mas, comparativamente a Fobos, é muito mais lisa, consequência do preenchimento parcial das crateras com rególito (rochas decompostas). As maiores crateras deste satélite são Swift e Voltaire que medem, aproximadamente, 30 km de diâmetro.

Visto de Deimos, Marte surge no céu como um objeto 1000 vezes maior e 400 vezes mais brilhante do que a nossa Lua cheia, como é observada do Planeta Terra.

Visto de Marte, Deimos surge como um pequeno ponto no céu, difícil de distinguir dos outros astros embora, em seu brilho máximo, possua um brilho equivalente a Vênus (tal como é visto da Terra).

Formações geológicas

As duas crateras com nome em Deimos.
As duas crateras nomeadas em Deimos.

Apenas duas formações geológicas na superfície de Deimos receberam nomes. São elas as crateras Swift e Voltaire, que receberam esses nomes em homenagem a autores que especularam a existência de luas marcianas antes da descoberta das mesmas.

CrateraReferênciaCoordenadasDiâmetro (m)
SwiftJonathan Swift12.5°N 358.2°W1000
VoltaireVoltaire22°N 3.5°W1900


Política de privacidade  |  Mapa do Site