Astronomia Amadora

Página Inicial
Introdução
História
Notícias
Big Bang
Via Lactea
Cosmologia
Galáxia
Buraco Negro
Sistema Solar
Estrela
Constelações
Classificação estelar
Catálogo Messier
Astrônomos
Estrelas + brilhantes
Imagens
Instrumentos
Curiosidades
Programas
Glossário
Links
Livro de Visitas
E-mail

Messier 13 - Grande Aglomerado Globular de Hércules

 

Messier 13 - Grande Aglomerado Globular de Hércules

O Grande Aglomerado Globular de Hércules (também conhecido como Aglomerado Globular de Hércules, Objeto Messier 13, Messier 13, M13, ou NGC 6205) é um aglomerado globular na Constelação de Hércules em ascensão reta 16h 41.7m e declinação +36° 28'.

Foi descoberto por Edmond Halley em 1714, e catalogado por Charles Messier em 01 de Junho de 1764.

Com uma magnitude aparente de 5.8, é muito pouco visível a olho nu em uma noite de céu limpo. Seu diâmetro real é de cerca de 145 anos-luz, e possui várias centenas de milhares de de estrelas, sendo a mais brilhante delas a estrela variável V11 com uma magnitude aparente de 11.95. M13 fica a 25.100 anos-luz da Terra.

Seu diâmetro aparente é de 23 minutos de arco e é facilmente visível com um pequeno telescópio. Perto está NGC 6207, uma galáxia em perfil de 12ª magnitude que se encontra 28 minutos de arco a noroeste. As coordenadas J2000 são RA: 16h 41m 41.5s e Dec: +36° 27' 37".

A mensagem de Arecibo de 1974 foi transmitida em direção a este aglomerado globular.

Referências Literárias

  • As novelas de ficção científica "Sucker Bait" de Isaac Asimov e "Question and Answer" de Poul Anderson acontecem em Troas, um mundo dentro de M13.
  • Nas séries de ficção científica Perry Rhodan, M13 é o local de Arkon, o planeta de origem da raca dos Arkonides.
  • Em Hyperion Cantos do autor Dan Simmon, o aglomerado de Hércules é para onde a Terra foi secretamente movida depois de sua suposta destruição.


Política de privacidade  |  Mapa do Site